Práticas com sequências didáticas em sala de aula: Um caminho para o ensino de Língua Portuguesa

  • Maria Isaura Rodrigues Pinto
  • Luciene de Souza Mello
  • Carlos Vinicius Ferreira Ribeiro dos Santos
  • Alice Pereira Aguiar
  • Brenda da Penha de Oliveira
  • Carolina Côco dos Santos
  • Cinthia Coutinho Lopes da Silva
  • Eduarda de Abreu de Souza
  • Isabelle da Conceição Ricardo
  • Kamilla Andressa da Paz Gouvêa Nascimento
  • Ricardo Nogueira Soares Marins
  • Roberta Costa Motta
  • Thamíris Cristini de Oliveira Santos
  • Elaine Cristina Pinheiro da Silva
  • Joana D’Arc de Matos Lima
  • Aline da Conceição Hora
  • Bruna Dantas de Oliveira Nascimento
  • Bruna Vitória Ferreira
  • Fabiane José e Silva Cardozo
  • Johannes Martins Ojêda Freire
  • Juliana Rezina Esteves Alves
  • Laura Marins Arruda
  • Vanessa Santos da Silva
  • Renata do Carmo Oliveira
  • Ana Letícia de Oliveira Garcia
  • Fabiana Vieira Ley
  • Gabriella Lírio Ayres
  • Izabely Santos Alves da Fonseca
  • Jéssica Moreira Lima
  • Juliane Coutinho da Silva Santos
  • Layssa Emerich
  • Letícia de Brito Ferreira
  • Natalya Lima da Silva
  • Sara de Jesus Silva Medeiros Quintanilha
  • Thamyres Soares Gomes
Palavras-chave: Sequência didática, Ensino, Língua Portuguesa

Resumo

O objetivo central deste artigo é apresentar  atividades de ensino realizadas pela equipe de Língua Portuguesa  do Subprojeto de Residência Pedagógica, da Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FFP-UERJ), em escolas estaduais do município de São Gonçalo, no período de novembro de 2001 a abril de 2022. As práticas docentes, associadas à leitura, escrita e literatura, foram embasadas na concepção enunciativo-discursiva de linguagem defendida por Mikhail Bakhtin (2006), em que os  gêneros textuais são considerados formas de interação, relativamente estabilizadas, mediadoras e constitutivas das relações sociais. Assumir, na sala de aula, essa perspectiva de língua implica conceber o texto como unidade de ensino e os gêneros como objetos de estudo. Para  ilustrar as ações desenvolvidas no âmbito do Subprojeto de RP-Letras-FFP, são apresentados, de maneira sucinta,  artigos,  que foram divulgados no I Seminário Institucional Conjunto Pibid-RP Uerj, em 29, 29 e 30 de março de 2022. Na elaboração das produções mencionadas, recebeu destaque o planejamento de sequências didáticas, inspiradas no modelo proposto por Dolz, Noverraz e Schneuwly (2004). O trabalho aponta para a  validade dessa metodologia da sequência didática  e  sua relevância  como ferramenta  flexível e adaptável que favorece o avanço do aprendizado dos alunos na Educação Básica, já que faculta a exploração de conteúdos contextualizados e desenvolvimento de práticas leitoras criativas, voltadas para a análise crítica da realidade  sociocultural.

Publicado
2022-09-14